12/06/2018 // Artigos

Marketing de relacionamento na advocacia: como as mídias digitais podem ajudar?

Já faz bastante tempo que as abordagens de marketing deixaram de se basear em um discurso unilateral, com as empresas impondo seus produtos e serviços aos clientes. O marketing moderno dialoga com os clientes e os instiga a fazerem parte da história da marca. O relacionamento com o cliente passou a ser valorizado nas estratégias de marketing outbound e inbound – e, mais que isso, o relacionamento hoje é uma modalidade de marketing por si só.

12-06

O marketing de relacionamento na advocacia, apesar de não dispensar o contato pessoal, pode ser impulsionado com o uso de mídias digitais, dentro de um planejamento de marketing especializado para advogados, respeitando todas as diretrizes da OAB.

Acompanhe a leitura e entenda como o marketing de relacionamento atua, a médio e longo prazo, na construção da marca de um advogado, e como as mídias digitais são inseridas no processo. Entenda também os cuidados que um advogado deve ter ao apostar nessa modalidade de marketing.

O que é marketing de relacionamento

O marketing de relacionamento é um conjunto de ações voltadas para o cultivo de bons relacionamentos com clientes, potenciais clientes, colegas de trabalho e parceiros.

Essas ações compreendem:

  • Interações em redes sociais;
  • E-mail marketing;
  • Programas de fidelidade/bonificação;
  • Pesquisas de satisfação;
  • Cartões, presentes e mensagens personalizadas em datas comemorativas;
  • Palestras, festas e eventos; entre outras ações.

É inegável que, ao realizar essas ações, um profissional está também agregando valor ao seu serviço, o que se reflete nas vendas. Já no que diz respeito ao marketing, o propósito do cultivo de bons relacionamentos é fazer com que os clientes se tornem “evangelizadores” (termo usado por especialistas de marketing) daquele profissional ou daquela marca.

Um cliente satisfeito, bem atendido e que usufrui de uma boa experiência e relacionamento com um profissional, é certamente um cliente que recomendará o trabalho dele.

Marketing de relacionamento na advocacia

Na advocacia, o marketing de relacionamento se torna ainda mais importante quando nos lembramos que advogados não podem divulgar seu trabalho da mesma forma que outros profissionais e ramos de negócio, devido às restrições impostas pelo Código de Ética da OAB. A publicidade na advocacia deve ser discreta, sóbria e com conteúdo.

Assim, o advogado que souber encantar e fidelizar clientes é o que se destaca, pois os próprios clientes farão a sua divulgação, reconhecendo sua credibilidade, trazendo novos clientes e contribuindo para fortalecer a sua imagem como referência no ramo em que atua.

 Como as mídias digitais podem ajudar o marketing de relacionamento na advocacia

Literalmente qualquer mídia digital tem potencial a ser explorado nas ações de marketing de relacionamento: redes sociais, blogs, websites, e-mail, apps de conversa, chatbots etc. Vejamos algumas características importantes de algumas dessas mídias:

Redes sociais

As redes sociais facilitam bastante o contato e os relacionamentos pessoais e profissionais. São excelentes plataformas para o advogado que quer se consolidar como autoridade na sua área de atuação.

Porém, na fase de atração, é preciso tomar cuidado com os potenciais clientes que usam dessas plataformas para tirar dúvidas jurídicas, pois o Código de Ética e Disciplina da OAB proíbe que o advogado responda com habitualidade a consultas sobre matérias jurídicas na Internet. Esse tipo de atuação deve ser moderada.

Com a orientação de uma equipe especializada em marketing jurídico, o relacionamento pode ser melhor direcionado para que o advogado não incida em infração, mas ao mesmo tempo consiga ter uma boa relação com seus seguidores, clientes e potenciais clientes.

Outro grande desafio é gerir a presença do advogado nas redes sociais de forma que tanto o marketing de relacionamento quanto o inbound marketing sejam colocados em prática.

Afinal, manter bons relacionamentos é importante, mas também é essencial atrair potenciais clientes por meio de conteúdo relevante e gerar leads! Para conseguir tudo isso, é preciso um planejamento que considere todos os estágios do funil de vendas:

funil de vendas

E-mail e apps

O e-mail e os apps de conversa possibilitam um relacionamento privado, logo, são mídias ideais para abordagens mais diretas e personalizadas, como as felicitações em datas comemorativas.

Outra alternativa interessante é o advogado ou escritório de advocacia ter o seu próprio app, para que o cliente disponha de mecanismos que facilitam o contato e a avaliação do serviço (pesquisa de satisfação).

Palestras e eventos

Vários apps e redes sociais possibilitam a realização de transmissões ao vivo (as “lives” e “webinars”), sendo, portanto, uma excelente ferramenta para conectar o advogado aos seus clientes e seguidores, realizar eventos, palestras e quaisquer outros conteúdos.

Obviamente, aqui também é preciso bastante cuidado para evitar incidir em qualquer conduta que possa ser considerada mercantilização da advocacia.

Em todos os casos, o marketing jurídico deve ser feito com atenção às imposições do Código de Ética e Disciplina da OAB, além de, é claro, ser planejado e executado de forma personalizada para o público alvo do advogado.

Para isso, você pode contar com a In Company. Prestamos serviços customizados de inbound marketing, marketing de relacionamento, endomarketing e desenvolvimento de ferramentas digitais (site, app) para advogados. Estamos preparados para te ajudar!  Conheça nossos serviços: http://www.incompanypr.com.br/servicos/

11111

 

 

Alexandre de Souza Teixeira
Sócio Diretor
41.3362-1330 / 41. 99689-2980

alexandre@incompanypr.com.br

www.incompanypr.com.br

Continue nos seguindo nas redes sociais e acompanhe nosso blog para saber mais sobre as novidades do marketing jurídico.

Compartilhe:

Voltar